O Festival de Asala

FESTIVAL DE ASALA.

 

O terceiro e último dos principais festivais é o que ocorre na Lua Cheia, no signo de Gêmeos. É o festival do Espírito Santo. Mais do que em qualquer outro dia do ano, as forças e energias de Reconstrução estão presentes, atuando com a máxima intensidade. Neste Festival comemora-se o aniversário do notável Sermão pronunciado pelo Senhor Buda a Seus discípulos, anunciando-lhes o descobrimento da Verdade. Este Sermão é chamado comumente de Sutt Dhammachakkappavattana, cuja tradução significa colocação em movimento das “Rodas da Régia Carruagem do Reino da Retidão” e que nos livros budistas é simplificado para o Giro da Roda da Lei. Neste Sermão, Buda Gautama apresentou as Quatro Nobres Verdades e o Nobre Caminho que explicam as causas das dificuldades humanas e apontam os meios pelos quais essas dificuldades podem ser solucionadas.

Como prova de amor, respeito e consideração por Seu predecessor, o Senhor Maitreya ordenou que em cada aniversário o mesmo fosse repetido, em Cerimônia, com a presença de todos os Mestres da Grande Fraternidade Branca.

O Festival de Asala é a festa da Humanidade, também conhecido como Festival da Boa Vontade, expressando o aspecto Vontade dos Raios constritivos e sintetizadores. É a festa do espírito da humanidade que anseia por se aproximar mais de Deus.

As Forças de Reconstrução dos 1º e 7º Raios estão particularmente ativas durante este Festival da Boa Vontade. Estas são Forças relacionadas com o aspecto Vontade de Deus, que neste atual momento cósmico já encontra espaço na Consciência Ascensionada e Livre.

A Humanidade Ascensionada e Livre vem assimilando e cooperando com as informações sobre a  natureza do Aspecto da Vontade, como parte fundamental dos ensinamentos precedentes de Shamballa, assimilando corretamente e cooperando decisivamente na manifestação dessa Vontade como Vontade para o Bem, Vontade para a Beleza e a Harmonia, Vontade para a Síntese e a Unificação, e finalmente, como Vontade de Servir.

Essas energias construtivas e sintetizadoras produzem a transformação da teoria da Unidade em experiência prática, com Retas Relações entre as Nações, onde a palavra Unidade já conquista seu verdadeiro significado para as raças e nações.

1 comentário sobre “O Festival de Asala

Deixe uma resposta para Jacilda Cancelar resposta