OUTRAS ABORDAGENS DO ASTROCONSTELA

Fri, 26 Jan 2018 18:20:36 +0000corações2

WORKSHOP “TRATANDO OS MALES DO CORAÇÃO”

A compatibilidade entre os signos não é o fator principal que determina se um relacionamento vai ou não “dar certo”. Vamos considerar que “dar certo” significa ter um relacionamento com entrega, satisfação emocional mútua, respeito, troca, cooperação, independentemente da duração.

Antes de se analisar um relacionamento é importante verificar as expectativas e as raízes das crenças em uma relação, bem como a disposição para o amor e a forma de amar de cada indivíduo.

A busca do parceiro perfeito e do amor eterno, expectativas amorosas que não podem ser satisfeitas, amar e não ser amado, colocar o trabalho ou outras prioridades a frente dos desejos do coração, não conseguir relacionamentos estáveis, expectativas de se viver um amor doloroso, medo de perder o amor e ser traído, ninguém satisfaz, medo da intimidade, as decepções amorosas, as mágoas, o coração partido, as frustrações, problemas na vida sexual, dentre outras questões de convivência caracterizam as dificuldades de se viver um relacionamento satisfatório.

O Mapa Natal aponta como esses fatores atuam, consciente ou inconscientemente, determinando o padrão do relacionamento.

Detectados esses fatores ou DESAFIOS (portanto, algo a ser SUPERADO), a técnica das Constelações Familiares é aplicada, a fim se de buscar no Sistema Familiar as identificações e emaranhamentos a esses tipos de padrões.

Estas confusões, ou emaranhamentos, ocorrem quando incorpora-se o destino de outra pessoa que faz parte da família sem que se tenha consciência e sem se desejar e reproduzindo esse padrão de geração em geração. Com isso há repetição do destino daqueles que foram excluídos ou não reconhecidos.

Deixe um comentário