Mergulhador descobre no fundo do oceano, cidade submersa há mais de mil anos

Thu, 11 Aug 2016 15:40:13 +0000Localizado perto de Alexandria, a cidade egípcia de Heracleion, foi engolida pelo mar Mediterrâneo há mais de mil anos. Sendo redescoberta em 2000 pelo arqueólogo Franck Goddio, as relíquias que foram resgatadas são de tirar o fôlego.

foto1

Esta cabeça de faraó é feita de granito e era originalmente parte de uma estátua de mais de cinco metros de altura. É difícil não se perguntar que técnicas antigas foram usadas para criar obras de arte nessa escala.

foto2

Uma vez retirado do Mediterrâneo, a estátua Hapi foi cuidadosamente limpa e colocada pra exposição no Instituto Mundo Árabe. Há muito que aprender com estas obras de arte antigas.

Esta é a maior estátua de Hapi já descoberta. Hapi é o deus das “inundações do Nilo“, o que chega a ser irônico, considerando que é um lugar onde descansa há mais de mil anos.

foto4

Sem o trabalho de Franck Goddio e sua equipe, esses artefatos poderiam nunca ser recuperados. Agora que temos eles, isso nos dá uma ideia melhor de como era a vida e a cultura no Egito há mais de mil anos atrás.

Denominada como a “Estela”, esta lage apresenta informações sobre os impostos de importação a serem pagos pela população a um dos templos locais de Heracleion. Uma estela idêntica foi descoberta em 1899, na antiga cidade de Naucratis.

foto6jpg

Acredita-se que está seja a estátua de Cleópatra, esse ícone de pedra não viu a luz do dia desde a primeira metade da Idade das Trevas. É incrível como essas relíquias estão bem preservadas.

foto7

Encontrado perto dos restos de um grande templo Heracleion, este faraó de granito tem mais de cinco metros de comprimento. Todos nós devemos aplaudir Franck Goddio por fazer-nos conscientes dessa descoberta arqueológica incrível.

foto8

A segunda imagem do Hapi. Arqueólogos liderados por Franck Goddio removeram cuidadosamente muitos dos artefatos e estátuas que estavam no fundo do Mediterrâneo.

foto9

Esta placa de ouro era como um marcador de base para um dos muitos edifícios de Heracleion.

foto10

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário